O deputado federal Weverton Rocha (PDT), durante pronunciamento, na última segunda-feira (10), saiu em defesa da prática das vaquejadas no Nordeste, em especial, no Maranhão. A atividade está ameaçada pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que, por 6 votos contrários a 5, tornou a lei cearense que regulamenta o movimento nordestino como inconstitucional.

O parlamentar solicitou o apoio da Casa na defesa da atividade, alegando que os eventos de vaquejada movimentam muito dinheiro com a geração de emprego e renda durante todo o ano.

“É importante que o Brasil conheça, de verdade, a vaquejada em nosso país, em especial, no Nordeste, onde movimenta recursos e milhares de empregos. No Maranhão, é cultural e é um esporte que movimenta a economia de muitos municípios. Nós estamos apoiando essa causa. Precisamos regulamentar. Não é possível que toda essa mobilização feita seja criminalizada nessa altura do campeonato”, pontuou.