Cooperação para avançar.

186

Dep Weverton Pref Edivaldo _Turu

Durante décadas, o Brasil não investiu em mobilidade urbana de forma adequada e sistemática. Uma prova disso é o caos que São Luís vive no trânsito e no sistema de transporte coletivo. Para mudar essa realidade é preciso cooperação entre os entes federados para garantir um verdadeiro pacto pelo Maranhão.

O problema de mobilidade urbana não é exclusivo da nossa capital, mas de todas as cidades com mais de 700 mil habitantes. Dentro desse cenário, é preciso incluir mais projetos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para beneficiar municípios maranhenses na área de mobilidade urbana com corredores de ônibus, de VLT (Veículos Leves sobre Trilhos), de BRT e de metrô.

Os recursos para o PAC, que contemplam o Maranhão com o novo Anel Viário e a implantação da Avenida Metropolitana de São Luís, devem ser prioridade para o Governo Federal, Governos Estaduais e Prefeituras, e também objeto de parcerias com a iniciativa privada. Isso porque os investimentos na área acabarão não somente com a precariedade dos serviços de ônibus, mas incrementarão a economia local com geração de emprego e renda.

Somente com o diálogo é que vamos conseguir avançar na área da mobilidade urbana para assegurar ações que garantam melhor qualidade de vida para o maranhense. Que bairros como Turu Velho, Cohab e tantos outros possam solucionar problemas na mobilidade e ganhar asfalto, iluminação adequada, enfim, infraestrutura e urbanização, demandas históricas do nosso povo.

O parlamento federal também deve estar em sintonia para apoiar ações em prol do Estado. Nesse sentido, estamos empenhados para garantir emendas parlamentares que possam convergir com o chamado Pacto por São Luís. E que esse pacto seja uma sinalização de esforços comuns pelo e para um Maranhão cada vez mais desenvolvido.

* Weverton Rocha é deputado federal