Que tal garantir energia para a população e ainda proteger o meio ambiente? Esta é a proposta de uma emenda apresentada pelo senador Weverton (PDT-MA) à Medida Provisória 1.055/2021, que cria a Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética. O objetivo é assegurar o fornecimento de energia de forma sustentável, estimular a inovação tecnológica e abrir o mercado do setor para a entrada de novas empresas.

“Vivemos em um período de crise energética, em que a demanda é alta e os meios de produção de eletricidade nem sempre são os mais sustentáveis e conseguem atender a demanda. Por isso, a busca por fontes de energia limpa e métodos para economia são importantes. É fundamental abrirmos espaço no mercado para empresas que atuem nees área”, explicou o parlamentar.

De acordo com Weverton, é preciso estimular a competitividade no setor e incentivar a contratação de diferentes empresas que atuam nessa área.

“Por meio de licitação, é possível selecionar as empresas para contratação. Não dá para apenas uma companhia assumir toda a responsabilidade pela geração de energia. Isso vai promover competitividade no mercado, gerar novos empregos e o resultado poderá ser visto no mercado de trabalho e na redução dos valores das contas de luz”, afirmou.

Para o parlamentar, o momento é importante para que o Brasil invista na geração de energia de forma sustentável e em um padrão de consumo mais responsável.

“Além de diversificar a matriz energética com a utilização de fontes renováveis, como a solar e eólica, é importante investirmos neste trabalho de conscientização. Assim, a demanda por energia será menor e o consumidor e o meio ambiente sairão ganhando”, finalizou.