O senador Weverton (PDT- MA) participou, nesta segunda-feira (21), de uma reunião com a diretoria da Aneel e voltou a pedir a redução no reajuste da conta de luz do Maranhão. O ex-presidente do Senado, Davi Alcolumbre, também participou do encontro. O parlamentar tem pedido sensibilidade da empresa neste momento de crise causada pela pandemia.
“Muitas famílias enfrentam dificuldade para manter as contas em dia. Tenho trabalhado para que os consumidores não sejam prejudicados, especialmente os mais carentes”, afirmou.

Durante o encontro, que aconteceu no gabinete do senador, Weverton explicou que a população tem sentido os duros impactos econômicos da pandemia e que qualquer reajuste vai pesar no bolso do maranhense. O diretor-geral da Aneel, André Pipetone, ouviu os argumentos e disse que a autarquia está em processo de discussão com a sociedade sobre o novo valor da tarifa, que deve entrar em vigência a partir do dia 28 de agosto.

“O senador fez pleitos importantes e nós vamos analisar essas reivindicações para que o reajuste da tarifa seja o menor possível para o consumidor maranhense. O reajuste previsto é de 5,5% e diante do pedido do senador, nós vamos avaliar a redução deste índice”, explicou Pipetone.
Ainda na reunião, Weverton defendeu que seja considerada a decisão do Supremo Tribunal Federal, em regime de repercussão geral, pela qual ficou definido que o ICMS não deve integrar a base de cálculos do PIS e da COFINS.

“Isso vai deixar o reajuste menor. Estamos trabalhando que o consumidor sinta o mínimo possível o impacto desse aumento”, ressaltou o senador.
Após a reunião, Weverton avaliou que o encontro foi positivo e está otimista em relação a redução do valor.

“Estou confiante de que vamos conseguir reduzir este índice de reajuste. A situação está difícil para todo mundo e o momento é de tentar diminuir todo o impacto possível no orçamento das pessoas”, finalizou o parlamentar.