O senador Weverton (PDT-MA) participou esta semana do esforço concentrado para votar as indicações de autoridades. Em três dias, os parlamentares aprovaram as indicações de 34 embaixadores, incluindo o dos Estados Unidos, de três ministros do Superior Tribunal Militar e da corregedora-geral do Conselho Nacional de Justiça, Maria Thereza de Assis Moura. Os senadores também aprovaram a Medida Provisória (MP 980 /2020), que recriou o Ministério das Comunicações.

“O Senado retomou os trabalhos presenciais seguindo diversas normas de prevenção à covid-19. Estamos comprometidos com a segurança sanitária”, disse o senador.

As sessões para escolha de autoridades foram realizadas de forma semipresencial, com alguns senadores em Plenário e outros de forma remota. As votações, no prédio do Senado, foram registradas em totens especialmente criados para essas reuniões, colocados em locais estratégicos. A ideia era seguir as recomendações de distanciamento, como forma de evitar o contágio e a propagação do coronavírus, e viabilizar a forma secreta de votação de autoridades, conforme previsão constitucional.

Weverton ficou satisfeito com as normas de segurança adotadas pela Casa e elogiou o esforço dos senadores para votar a pauta.

“Seja presencialmente ou de forma remota, os parlamentares fizeram questão de mostrar o empenho para votar toda a pauta definida pelo Senado. Conseguimos um resultado muito satisfatório”, afirmou.