Entrei para a política ainda muito jovem, com 14 anos, porque queria fazer diferença no mundo. Comecei tentando fazer diferença no meio estudantil, depois fui ampliando minha atuação, lutando em defesa da juventude, dos trabalhadores, da sociedade em geral. Ter sido eleito senador abriu muitas portas nesse sentido e aprofundou minha capacidade de intervir por um mundo melhor, votando nas pautas de acordo com o que acredito ser o correto e buscando caminhos para ajudar o meu estado. Encontrei um desses caminhos na possibilidade de implantar uma unidade de prevenção de câncer do Hospital de Amor em Imperatriz. Sonho que está virando realidade.

Quem acompanha meu trabalho sabe que levo muito a sério o apoio à prevenção e ao tratamento do câncer, tanto que anualmente destino recursos de emenda para o Hospital Aldenora Belo, em São Luís, cujo belíssimo trabalho salva centenas de vidas todos os anos. Mas o Maranhão é um estado com tamanho de país. E a descentralização do atendimento é uma ajuda bem vinda.

Quando conheci o trabalho do Hospital de Amor, antigo Hospital de Câncer de Barretos, fiquei encantado com a excelência no atendimento e dos ótimos resultados dessa instituição filantrópica, fundada na década de 60 por um casal de médicos, pais do atual diretor-presidente, Henrique Prata. Tocou-me, em especial, saber da atuação preventiva deles. Afinal, se o câncer é detectado cedo as chances de cura são muito maiores. Que lindo trabalho esse de salvar vidas!

Fiquei empolgado em saber que novas unidades estão sendo implantadas em diversos estados, levando ao Brasil todo o êxito da experiência do complexo inicial de Barretos. Me perguntei: por que não no Maranhão, também?. E fui lutar para que a pergunta se transformasse na afirmação: no Maranhão também.

Conversei com os diretores da instituição e acertamos a viabilidade técnica. Estou buscando recursos para a construção da unidade de prevenção. Mantive contato com a prefeitura de Imperatriz  e com os vereadores para a doação do terreno, que foi aprovada na Câmara de Vereadores esta semana. E me reuni com o maior número possível de pessoas para garantir a execução do projeto. Agora em julho, fui a Imperatriz com diretores do hospital e Henrique Prata para uma visita técnica inicial e, se tudo continuar caminhando bem, em breve já começa a construção da unidade, que deve ficar pronta em um ano.

O sonho está se materializando no Hospital de Amor Sul do Maranhão, que vai atender preventivamente 42 municípios da regional de Imperatriz na prevenção ao câncer de mama e colo de útero, salvando milhares de vidas de mulheres – mães, esposas, filhas, irmãs, amigas – cujas vidas valem por si só e ainda impactam tantas outras vidas.

Quando penso nisso, meu coração se aquece, porque sei que estou usando o mandato que ganhei dos maranhenses para fazer alguma diferença.  Agradeço a todos que estão envolvidos para garantir a implantação desse hospital, em especial ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que tem sido essencial nesse processo, e ao presidente da instituição Henrique Prata, que teve a sensibilidade de ver a importância da unidade para a região. E, acima de tudo sou grato a Deus por me dar oportunidade de intervir para melhorar a vida de pessoas.

Que o Hospital de Amor Sul do Maranhão seja a cura pelo amor, pelo cuidado preventivo e pela certeza de que a vida deve ser sempre a maior prioridade!Que o Hospital de Amor Sul do Maranhão seja a cura pelo amor, pelo cuidado preventivo e pela certeza de que a vida deve ser sempre a maior prioridade!

Weverton, senador e líder do PDT no Senado