O Senado realiza na segunda-feira (22) uma sessão remota de debates para tratar do adiamento das eleições municipais 2020. O requerimento foi apresentado pelo senador Weverton (PDT-MA), que é o relator da PEC 18/2020, que propõe a mudança de data da votação. De acordo com o parlamentar, a intenção é ouvir convidados na primeira parte da sessão, prevista para ter início ‪às 14h‬, e depois, a partir das 16h, os senadores discutirão a proposta.

Entre os debatedores estão o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso; o ministro do TSE, Henrique Neves da Silva; o professor da USP, Paulo Lotufo; o doutor em virologia, Átila Iamarino; o infectologista David Uip; representantes da Confederação Nacional dos Municípios CNM; e do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).

Durante o final de semana, Weverton de reuniu com líderes de partidos de oposição na Câmara dos Deputados, senadores, prefeitos de diversos estados e representantes da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (Abradepe), do Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (IBRADE), Instituto de Direito Partidário e Político (Pluris), MCCE, Pacto pela Democracia, Transparência Eleitoral Brasil, Rede Nossa São Paulo e Movimento Transparência Partidária.

“A ideia é ouvir todos os especialistas e interessados. Sabemos que não há consenso possível, mas é importante que sejam feitos todos os esclarecimentos sobre o que é possível ser definido, considerando a legalidade constitucional e a segurança para a vida das pessoas”, afirmou Weverton.

O relatório, segundo o senador, só será fechado após a sessão de debate. E a expectativa é que seja votado na terça-feira (23).