O senador Weverton (PDT-MA) questionou o ministro da Saúde, Nelson Teich, sobre as ações adotadas pelo governo federal para combater o coronavírus nos estados brasileiros. Para o parlamentar, o país está em um momento crítico da pandemia e precisa de medidas emergenciais para enfrentar a covid-19.

“Eu estou muito preocupado. Neste momento de crise, o ministro falar que vai realizar estudos e entender o que vai acontecer é muito grave. Não dá mais para perder tempo analisando a situação, sem implementar ações concretas. Os estados pedem socorro. Só no Maranhão, são mais de 3 mil casos, com 184 óbitos”, enfatizou o senador.

O ministro foi convidado para explicar aos senadores, por videoconferência, o trabalho de sua pasta no combate à pandemia. Weverton cobrou do ministro o motivo da entrega de 20 leitos ao estado sem respiradores.

“O Ministério prometeu 100 leitos para o Maranhão. Chegaram 20 até o momento e sem os respiradores, ou seja, as UTIs não têm como ser instaladas porque o equipamento principal não chegou. Até o momento, nós não temos uma UTI instalada pelo governo federal no estado”, ressaltou.

O senador cobrou ainda a disponibilização de mais recursos para combater a pandemia.
“O número de casos e óbitos tem aumentado consideravelmente todos os dias. O país já figura entre os piores do mundo. O governo precisa anunciar investimentos e, de fato, começar a realizá-los”, cobrou Weverton.

O parlamentar lembrou que outros países têm feito grandes investimentos para combater o coronavírus.

“A Alemanha já anunciou 37% do PIB. EUA e Espanha respectivamente 6,5% e 17%. O Brasil apenas 4%. Isso é preocupante”, afirmou.