O
senador Weverton (PDT-MA) defendeu, no Plenário do Senado Federal,
ações contra as manchas de óleo que atingiram o litoral do Nordeste. De
acordo
com o parlamentar, as manchas gigantescas se espalham rapidamente pelo
mar. No Maranhão, foram identificados12
pontos.

“Estou
aqui para fazer um apelo ao governo federal, estadual, a todas as
prefeituras, sociedade civil. Nós precisamos nos mobilizar para retirar
este óleo que está manchando as praias do Nordeste e entristecendo todo o
povo brasileiro. Isso é urgente! Não podemos
assistir isso e não fazer nada”, disse Weverton.

O senador ressaltou a garra do povo nordestino que tem trabalhado voluntariamente para retirar o óleo.

“Os maranhenses são um exemplo. Moradores e ambientalistas fizeram um mutirão de limpeza e retiraram cerca
de 700 kg de óleo com areia da praia da Travosa, no município de Santo
Amaro (MA), localizado na região dos Lençóis Maranhenses”, destacou.

Para
o parlamentar, é preciso colocar em prática um plano emergencial de
contenção do óleo que está destruindo a fauna, a flora e causando
enormes
prejuízos econômicos e sociais.

“Ainda tem outro fato que preciso relatar aqui. O óleo
retirado foi
colocado em sacos e deixado em uma rua sem nenhuma proteção. Crianças,
mulheres e animais têm contato com o óleo sem nenhum tipo de equipamento
de proteção. Segundo um morador da região, somente dia 10 de novembro
que o Ibama vai lá retirá-lo da cidade.”

“O
pior é que as pessoas estão fazendo fogo com essas barras de óleo para
preparar alimentos. Imagina um peixe sendo assado em um óleo cancerígeno
e tóxico”, enfatizou.

As
manchas em praias nordestinas já atingiram mais de 200 localidades em
78 municípios dos nove estados da região. Desde agosto, os estados de
Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande
do Norte e Sergipe tiveram registros de poluição.