Investimentos para o turismo na Amazônia Legal

230

Nesta quarta-feira, 2, o deputado federal Weverton Rocha (PDT) integrou comitiva de representantes de sindicatos de turismo e parlamentares, que solicita, através de documento, ao ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, mais investimentos em políticas públicas para o setor de turismo na Amazônia Legal (Região Norte e Maranhão).

Turismo Sustentável Amazonia 03

Depois de receber o documento, o ministro Henrique Alves enumerou as ações que podem ser desenvolvidas pela pasta, entre elas, o estímulo na divulgação da região Norte do país, a proposta de legalização da instalação de cassinos e, ainda, a criação de áreas de interesse turístico, como Cancun, no México. “Essas áreas possuem uma legalização tributária especial para o estímulo ao turismo, e pode ser uma solução para que possamos potencializar o turismo de forma responsável e sustentável na Amazônia”, destacou. Além disso, as belezas da Região Norte serão integradas a uma campanha publicitária que o Ministério, a Embratur e os estados participantes farão em nível internacional.

Turismo Sustentavel Amazonia 01

Na ocasião, o deputado Weverton lembrou que o Maranhão tem peculiaridades que precisam ser identificadas para garantir o desenvolvimento do turismo. “A posição estratégica do nosso Estado, um elo de ligação entre as duas regiões que possuem todo esse potencial turístico e carecem do aporte federal para maior divulgação e estrutura de equipamentos turísticos”, declarou o pedetista, sugerindo a realização de um evento da Confederação Nacional do Turismo (CNTUR), em junho de 2016, na cidade de Barreirinhas, portal dos Lençóis Maranhenses.

Estiveram também presentes no ato de entrega do documento, os maranhenses e empresários, Francisco Luís, presidente do Sindicato de Restaurantes e Bares do Maranhão, o presidente do Sindicato de Empresas de Turismo-MA, Paulo Montanha, o presidente da Frente Parlamentar Mista em defesa do Turismo, Nelson de Abreu, o presidente da CNTUR, Júnior Coimbra, os deputados Simone Morgado (PMDB-PA), Arnaldo Jordy (PPS-PA) e Herculano Passos (PSD-SP), entre outros.