Impactos ambientais provocados pela água de lastro

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara Federal discute, nesta quinta-feira (20), os impactos ambientais provocados pela água de lastro despejada nos portos brasileiros. O debate foi sugerido pelo deputado Weverton Rocha (PDT).

lastro

A água de lastro é a água do mar utilizada pelo navio para garantir sua segurança operacional e sua estabilidade. Sua captação e descarte ocorrem principalmente em áreas portuárias. Junto com a água também são capturados pequenos organismos que podem acabar sendo transportados e introduzidos em um outro porto previsto na rota de navegação.

Segundo Weverton, o despejo desses pequenos organismos, que inclui bactérias, vírus, algas, plantas e larvas de vários animais, nos portos brasileiros, pode trazer desequilíbrio ecológico.

“São 60 mil toneladas de água de lastro esvaziadas pelos navios, nos portos brasileiros. O problema está na qualidade dessa água. Ela pode está repleta de organismos invasores, que podem causar muitos danos ao nosso ecossistema”, alertou o petista maranhense.

Foram convidados para o debate representantes do Ministério do Meio Ambiente, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Marinha, e o gerente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Marcos Maia Porto.