O líder do PDT na Câmara Federal, deputado Weverton Rocha (PDT), afirmou, nesta segunda-feira (29), que a Medida Provisória 241, que cria um teto para os gastos públicos, pode provocar um congelamento dos investimentos nas áreas de saúde, educação e previdência social, além do engessamento do funcionalismo público, como consequência da proibição da realização de concursos públicos.

wr critica pec

O pedetista teceu duras críticas ao teor da PEC, salientando a necessidade de um amplo diálogo como alternativa para enfrentar a crise econômica.

“Estamos, de forma violenta, infringindo todos os direitos conquistados pela classe trabalhadora. Dizer que apenas aprovar as medidas aqui apresentadas resolverá tudo, é mentira. A medida vai engessar o Brasil pelos próximos 20 anos. Isso é um retrocesso”, declarou.

O projeto apresentando pelo governo interino institui o chamado Novo Regime Fiscal, que limita as despesas primárias da União aos gastos do ano anterior corrigidos pela inflação oficial (IPCA).