Prefeitura garante investimentos

São Luís, MA. São Luís receberá nos próximos meses um grande pacote de ações em parceria com o Governo Federal nas áreas de turismo, esporte e cultura. Os convênios firmados com o Ministério da Cultura, Ministério do Esporte e Embratur foram assinados pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior na manhã desta segunda-feira (20), no auditório da Associação Comercial do Maranhão (ACM).

2
Edivaldo Holanda Júnior, hoje de manhã, anuncia convênios de R$ 10 milhões
Auditório da Associação Comercial do Maranhão lotou para anúncios de convênio
Auditório da Associação Comercial do Maranhão lotou para anúncios de convênio

 O pacote de ações com investimento de R$ 10 milhões consiste na construção de dois centros esportivos, divulgação turística da cidade e na criação de pontos de cultura para democratizar a atividade cultural. Ao se pronunciar, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior relembrou as condições em que iniciou a gestão, no início de 2013, e destacou os esforços realizados para que novos avanços chegassem a todos os setores da cidade.

“O primeiro ano foi para organizar as contas, construir uma cultura de diálogo e parceria com a população. Conseguimos muitas conquistas e iniciamos o ano de 2014 nas ruas, conversando com as pessoas e garantindo que este será um ano de muitas ações, como a reforma dos Socorrões, ampliação do Hospital da Criança, construção de creches, escolas e interbairros. Nossa determinação é cumprir nossos compromissos de campanha, estar nas ruas e firmar novas parcerias com o Governo Federal para que possamos melhorar ainda mais nossa querida São Luís”, declarou o prefeito Edivaldo.

Após a apresentação do grupo musical Lamparina, que realizou a interpretação do Hino Nacional e do Hino de Louvação a São Luís, a solenidade foi seguida pela assinatura do convênio entre a Prefeitura de São Luís e a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). O presidente da Embratur, Flávio Dino, destacou a importância da parceria com o Governo Federal para geração de oportunidades, emprego e renda.“Hoje nós estamos assegurando a promoção de São Luís em países europeus e sul-americanos por meio de uma ampla ação de divulgação turística, iniciativa que já foi tomada por cidades como Recife e Fortaleza. Desse modo, nós atrairemos novos turistas e muitos investimentos para São Luís, garantindo a circulação de renda, geração de oportunidades e resultados a longo prazo”, enfatizou.

A solenidade foi acompanhada pelo chefe da Secretaria Nacional de Esportes, representando o ministro Aldo Rebelo, Márcio Marques, os deputados federais Simplício Araújo (SDD) e Weverton Rocha (PDT), os deputados estaduais Rubens Pereira Júnior e Raimundo Cutrim (PCdoB), Bira do Pindaré e Marcelo Tavares (PSB) e os vereadores Rose Sales e Paulo César (PCdoB), Pedro Lucas (PTB), Helena Duailibe (PSDB), e Barbosa Lages (PDT). Os secretários municipais Andréia Lauande (Criança e Assistência Social), Cesar Felix (Saúde), Márcio Jardim (Articulação Institucional), Geraldo castro (Educação), Cursino Moreira (Planejamento), Tati Lima (Informação e Tecnologia), Rodrigo Maia (Meio Ambiente), Márcio Jerry (Comunicação), Fatima Ribeiro (Segurança Alimentar), Carlos Rogério (Trânsito e Transportes), Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos) e Rodrigo Marques (Governo) também participaram do evento.

Turismo
O convênio firmado com a Embratur irá garantir a divulgação da imagem turística de São Luís, por meio de ações promocionais em mercados específicos da Europa e América do Sul, nas cidades de Paris (França), Buenos Aires (Argentina), Lima (Peru) e Bogotá (Colômbia) apontados no Plano Aquarela 2020. A promoção com ações de Famtour e Presstrip, Workshops, Mostra Gastronômica e produção de material promocional – incluindo sacola, card drive, catálogo, folder e vídeos de cinco, três e um minuto.

Para o secretário adjunto de Turismo, Guilherme Marques, a ação trará muitos resultados. “Será uma forma de mostrar a cultura e belezas naturais de São Luís para novos públicos e atrair investimentos”, afirmou.

A festa de São João também receberá incentivo do Governo Federal com campanha promocional, mediante produção e distribuição, bem como a produção de um documentário. O material servirá para divulgar a imagem turística de São Luís em Portugal com o objetivo de atrair a atenção de turistas internacionais.

Esporte
Na área esportiva, a Prefeitura de São Luís, através da Secretaria de Desporto e Lazer (Semdel), obteve aprovação do Ministério do Esporte para instalação de dois Centros de Iniciação ao Esporte, na área Itaqui-Bacanga e no Angelim.

“Isso demonstra que o esporte e o acesso ao lazer são, finalmente, uma política pública de uma gestão orientada para a inclusão social. Serão muitas crianças e jovens, adultos e idosos beneficiados, uma ação para toda São Luís”, destacou o secretário Raimundo Penha.

No Bacanga, o Centro funcionará em uma área de, aproximadamente, 7.000 m², com um investimento total de R$ 3,262 mi. No local está prevista a construção de um ginásio poliesportivo, com arquibancada para 195 pessoas, área de apoio com administração, sala de professores/técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia e sanitário público, além de uma pista para atletismo. Já no bairro do Angelim, o Centro será construído em uma área de 2.500 m². O investimento está orçado em cerca de R$ 2,420 mi. No local será construído também um ginásio poliesportivo com arquibancada para 195 pessoas e área de apoio.

Cultura
A Fundação Municipal de Cultura (Func) viabiliza parceria com o Ministério da Cultura (Minc). Após o fechamento do convênio com o governo federal, no valor de R$ 2 milhões, a Prefeitura de São Luís lançará edital público de fomento à criação de 20 pontos de cultura na capital. A ação prioriza democratizar os pontos de atividade cultural, articular e fortalecera Rede Cultura Viva na Cidade. “Queremos descentralizar a produção cultural da cidade de um só ponto e abranger outras localidades. Também temos em vista que iremos ampliar a agenda cultural de São Luís para novos momentos além do Carnaval, São João e Feira do livro. É uma gestão voltada também para as atividades artísticas e culturais da população”, enfatizou o presidente da Func, Francisco Gonçalves.

por Rafaela Vidigal

[catablog_gallery id=”1936″]