Debate na Câmara – Crises Hídricas e Energética

A Câmara realizou nesta quarta-feira (4/03) uma comissão geral no Plenário da Câmara para discutir as crises hídrica e energética com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, e especialistas

No debate, representando o PDT, o maranhense Weverton Rocha declarou que o seu partido é um dos primeiros a ter em seus compromissos programáticos a defesa do meio ambiente contra a poluição e a deterioração. “O resultado é a exploração predatória, que ameaça a destruição da base biológica e degrada a qualidade de vida do povo brasileiro.”

Crise Hidrica

Segundo Weverton, os últimos anos têm sido marcados pela grande falta de água, até mesmo para o consumo humano. De acordo com ele, esse cenário não  condiz com o que se aprende na escola, “que o país conta com 12% de toda a água doce do planeta, e tem as bacias do São Francisco e Paraná, e cerca de 60% da bacia Amazônica”.

O deputado convocou os pares para discutir melhores práticas agrícolas que preservem os mananciais. Para ele, o Código Florestal, o reflorestamento das Áreas de Preservação Permanente (APP) e Reserva Legal (RL) devem ser cumpridos. “Devemos dar atenção também para o cerrado, que é o berço das águas”, salientou.

Ao finalizar seu pronunciamento, Weverton Rocha lembrou que já existem meios, legislação e conhecimentos para os parlamentares evoluírem sobre a questão. “Conclamo a todos os deputados para nos organizarmos e enfrentarmos este tema que é a falta de água com responsabilidade para que as futuras gerações possam usufruir deste bem”.