Braço Forte, Mão Amiga.

Café da manhã marca o anúncio de instalação do Comando Militar do Norte.

Um país continental como o Brasil depende muito do seu exercito para que as fronteiras sejam seguradas de narcotraficantes, invasores e de outros inimigos do país. Visando isso o Comando Maior do Exercito Brasileiro criou o Comando Militar do Norte, pela portaria 142 de 13 de março de 2013.

O Comando Militar do Norte (CMN) contará com uma área de cobertura de mais de 1,7 milhão de quilômetros quadrados, abrangendo os estados do Amapá, Maranhão, Pará e parte do Tocantins. “O novo comando ampliará a presença militar na Amazônia Oriental ofertando condições ainda mais estruturadas para ações de planejamento, gestão e execução das atividades de defesa e segurança”, reforçou o general Enzo Peri.

GEN Ferreira, WRocha e GEN Enzo.

O deputado Weverton Rocha esteve presente no café da manhã que marcou o anúncio de instalação do Comando Militar do Norte e demonstrou-se a importância de potencializar os braços que protegem essa região do país. Primeiramente quanto à localização estratégica, como a sede será em Belém e pela proximidade, o Maranhão terá efetivamente um aumento da presença das forças armadas no Maranhão.

Principalmente pelos momentos difíceis vividos hoje, como questões que envolvem demarcações indígenas, violentas reintegrações de posse e ainda a criminalidade desenfreada que vem assolando todas as cidades maranhenses. Haverá sensação de alivio no momento que todo o aparato de 10 mil soldados e ainda uma brigada de infantaria sediada no Macapá, estiver à disposição da população. Números que garantirão a ordem e a segurança em toda região atendida pelo Comando.

“Outra atribuição potencial que percebo para a presença do CMN é o poder de construção do exercito, que é responsável, por exemplo, da BR101 Nordeste, que ligará o Rio Grande do Norte à Bahia pelo litoral, passando por Sergipe, Alagoas, Paraíba e Pernambuco, uma rodovia duplicada e de excelente acabamento. Para um estado como o Maranhão que rasteja na função de interligar nossos municípios é salutar ter por perto uma instituição com larga experiência em megaconstruções”, concluiu o deputado Weverton Rocha.