As estradas do Progresso.

218

O progresso precisa de estradas para passar. Por sua posição estratégica o Maranhão é cortado por diversas BR´s, uma malha viária de muito potencial, e todas com necessidade de melhorias. Mas para obter essas melhorias é preciso vontade política.

Um exemplo é a MA 140 que serviria de via de escoamento para a produção de soja em Balsas, os poucos trechos transitáveis foram custeados pela associação dos produtores de soja cansados de esperar a atuação do governo. Imaginemos o potencial de uma via para otimizar o transporte de cerca de 3 mil kilos por hectare numa área total de um milhão de hectares, a cadeia de serviços e desenvolvimento que isso traria do Sul do estado para todo o Maranhão.

DNIT General Jorge Fraxe

As estradas maranhenses precisam de serviços de duplicação, e muitas delas precisam ainda de recuperação asfáltica, precisam de terraplanagem, drenagem e pavimentação, sinalização, meio-ambiente, paisagismo e urbanização.

Em Brasília, estivemos em audiência com o presidente do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), General Jorge Fraxe, tratando sobre melhorias nas Br’s 135 e 316. Tratamos também da urbanização e a possível construção de Passarelas para Pedestres na cidade de Peritoró.

Aguardamos ansiosos a duplicação da BR 135, mais do que isso devemos nos posicionar, unir nossas bancadas do Maranhão e do Piauí, para que a BR que liga nossas capitais seja totalmente duplicada. São menos de 500 quilômetros que passam por alguns dos municípios mais estratégicos do nosso estado (Santa Inês, Peritoró, Bacabal, Codó, Caxias, Timon). Uma via de acesso ao progresso, geração de emprego, renda e desenvolvimento para todo o estado.

Juntos somos fortes.

*Weverton Rocha é administrador e Deputado Federal (PDT-MA)